Perguntas Frequentes Horário de atendimento

Horário de atendimento

Segunda-feira á Sexta-feira 08:30 às 12:00 e das 13:05 às 17:35

Sábado e Domingo Fechado

Dicas e Novidades (47) 3521-7500

Saiba como ser um MEI


Saiba como ser um MEI  - Foto 1

Nós da Acredite acreditamos no seu sonho e por isso temos parceria com o Sebrae, onde você encontra todo o apoio para estar abrindo o seu negócio.

Para se tornar um Microempreendedor Individual – MEI, siga os passos:

1° passo: Informa-se no Portal do Empreendedor no site do Sebrae ou então você pode estar recebendo consultas presenciais gratuitas;

2° passo: Preencha suas informações cadastrais no formulário de inscrição, que está disponível no Portal do Empreendedor. No Portal do Empreendedor existe uma relação de empresas contábeis que também auxiliam no processo de formalização gratuitamente.

3° passo: Após preencher o formulário, imprima seus documentos: Certificado da Condição de Microempreendedor Individual, Carnê de Pagamento Mensal (DAS), Relatório Mensal de Receitas Brutas (um para cada mês). Esses documentos são necessários para manter sua formalização em dia.

4° passo: Para emissão de nota fiscal: Para emitir a Nota Fiscal de Venda ou de Prestação de Serviços, o MEI deve procurar a Secretaria de Fazenda do Estado (para as atividades de vendas e/ou serviços de transporte intermunicipal e interestadual) ou do Município (para atividades de prestação serviços e/ou serviços de transporte municipal) para solicitar a Autorização de Impressão de Nota Fiscal – AIDF. Após autorizado pela Secretaria de Fazenda, deverá procurar uma gráfica para confeccionar os talões (blocos) de Notas Fiscais. O MEI poderá solicitar às Secretarias de Fazendas, Estadual ou Municipal, a emissão de Nota Fiscal Avulsa e/ou Nota Fiscal Avulsa Eletrônica, sempre que necessário, caso não tenha autorizado a emissão dos talões próprios de Notas Fiscais.

5° passo: Após o cadastramento, o CNPJ e o número de inscrição na Junta Comercial são obtidos imediatamente. Não é necessário encaminhar nenhum documento à Junta Comercial. Nenhuma cópia de documento precisa ser anexada. De agora em diante, faça a contribuição mensal e a Declaração Anual Simplificada (DASN).

Conheça o curso a distância Microempreendedor Individual, que ensina aos trabalhadores informais a importância de se legalizar e seus benefícios: clique aqui para acessar.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso portal, você concorda com tal monitoramento.
Entendi